Minha “coisa” com a China começou em 2008. Eu trabalhava na Space e, entre outras coisas, escrevia os textos de um site infantil, o Radarkids. Como era ano de Olimpíadas, resolvemos fazer uma cobertura fictícia, e depois de um brainstorm rápido ficou claro que o repórter de campo teria que ser um cachorro pequinês.

Eu era o Pequinês. Durante quase um mês passei os dias lendo notícias de esportes e pesquisando sobre as maiores bizarrices de Pequim para dar um pano de fundo legal aos posts. Procurei este blog no google hoje, mas o link não funciona mais. Felizmente consegui achar uma imagem do cão, o headline da página especial, que é este aí em cima. Foi uma época muito legal. A gente tinha liberdade criativa para fazer (quase) qualquer coisa, e o Itiberê, o chefe, incentivava.

Descobri a maratona da Muralha, a Muralha, os espetinhos de inseto. E deu uma vontadinha.

Agora, quase três anos depois, vamos, eu e o Leandro – meu marido/ namorado/ noivo – fazer um mochilão pela China. Não só Pequim, mas Chengdu, que antes era território Tibetano (e onde ficam os pandas) e Shangai, com os entremeios de trem. Além disso, vamos para o Vietnã e Hong Kong, que parece China mas não é.

Vou contando tudo aqui. Finalmente o Pequinês vai conhecer a muralha de verdade :)

XXX

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios