Tags

, , , , , , , ,

Sabendo que eu gostava de comer, meu ex-chefe me emprestou o livro “Um ano na provence“. Comecei sem grandes expectativas, mas gostei tanto que terminei em três dias, trabalho e faculdade inclusos.

Isle Sur La Sorgue

Isle Sur La Sorgue

A história é auto-biográfica, contada em um texto meio Hemingway, meio Nina Horta.  Um casal (o Peter Mayle, autor, é o narrador) inglês sempre passava s férias na Provence e comentava que deveriam mudar para lá um dia. Até que, um dia, eles mudam para lá. Nada acontece. De verdade, nada. Eles andam bastante, comem mais ainda, reformam a casa, brincam com o cachorro. E o tempo todo falam sobre carnes, pães, azeites, vinhos… sem pretensão nenhuma, afinal, eles próprios são ingleses (n.a. dizem por aí que os ingleses são o povo que come pior no mundo, pior que os americanos). Eu estava meio estressada na época e ler este livro foi como tirar férias.

Lubéron

Lubéron

Descobri agora, ao procurar um link de compra para pôr aqui, que Um ano na Provence foi escolhido como melhor livro de viagens na Inglaterra, em 1990, e transformado em filme pela BBC.  Não coloquei o link por que está esgotado em todo lugar, inclusive em sebos.

Aix

Aix

Nestes sites aqui e aqui tem casas para alugar na Provence – a região é dividida em diversas vilinhas, a do livro é Lubéron mas é tudo perto –  com planta, fotos e guia de restaurantes e vinícolas na região. Pra ir de verdade ou fazer planos. Nunca se sabe, né?

Anúncios